Histórico
 24/10/2004 a 30/10/2004
 17/10/2004 a 23/10/2004
 10/10/2004 a 16/10/2004
 03/10/2004 a 09/10/2004
 26/09/2004 a 02/10/2004
 19/09/2004 a 25/09/2004
 12/09/2004 a 18/09/2004
 05/09/2004 a 11/09/2004
 29/08/2004 a 04/09/2004
 22/08/2004 a 28/08/2004
 15/08/2004 a 21/08/2004
 08/08/2004 a 14/08/2004
 01/08/2004 a 07/08/2004
 25/07/2004 a 31/07/2004
 18/07/2004 a 24/07/2004
 11/07/2004 a 17/07/2004
 04/07/2004 a 10/07/2004
 27/06/2004 a 03/07/2004
 20/06/2004 a 26/06/2004
 13/06/2004 a 19/06/2004
 06/06/2004 a 12/06/2004
 30/05/2004 a 05/06/2004
 23/05/2004 a 29/05/2004
 16/05/2004 a 22/05/2004
 09/05/2004 a 15/05/2004
 02/05/2004 a 08/05/2004
 25/04/2004 a 01/05/2004
 18/04/2004 a 24/04/2004
 11/04/2004 a 17/04/2004
 04/04/2004 a 10/04/2004
 28/03/2004 a 03/04/2004
 21/03/2004 a 27/03/2004
 14/03/2004 a 20/03/2004
 07/03/2004 a 13/03/2004


Votação
 Dê uma nota para meu blog


Outros sites
 Mundo Digital (Blog)
 Inclusão Digital (Site)
 Acessibilidade Brasil
 InternETC (Blog)
 Querido Leitor! (Blog)
 Dilbert (Cartum)


 
Dígito
 
 blogdigito@yahoo.com.br
ciberleitor(es) online


Na privada

Feriado para uns. Véspera para outros. Para alguns, hoje é ponto facultativo. Para mim e tantos outros, é obrigatório. E ai de quem chegar atrasado.

Com as engrenagens do funcionalismo público em pause(), o dia passa calmo e devagar. Sem o trânsito burocrático, sem a movimentação engravatada nem os procedimentos de ofício.

A iniciativa pública tem suas vantagens. Não há altos salários (isto é, sem contar a propina e outros incentivos ilícitos), mas em compensação: estabilidade, longos feriados e banco de horas.

E nós aqui, na privada...  



 Escrito por Dígito às 07h47 [ ] [ envie esta mensagem ]



Aparência e Realidade

Não vou questionar o que é Real. Porque essa pergunta sempre processa muitas interrogações. Abrimos portas e nunca encontramos uma saída. Ficamos perdidos e permanecemos ainda mais confusos.

Contudo, entre a Aparência e a Realidade há o dualismo abismal Ilusão-Verdade. Onde os sentidos são movidos por espectros dos nossos desejos. E recriações do nosso imaginário configuram o ideal.

Mas onde está a Verdade? Ela passeia mascarada por simbolismos do inconsciente.

Associamos o Bem ao Belo numa relação um para muitos. Como se a essência estivesse na casca. Ou o valor, no exterior. Ou o importante, no design.

E este é o nosso mundo. É a embalagem pelo produto, a lataria pelo motor, o gabinete pelo processador.

E o coração?! Apenas bombeia o sistema?!



 Escrito por Dígito às 13h26 [ ] [ envie esta mensagem ]



blog fora do ar

 

Prezados ciberleitores, desculpem pelos transtornos causados. Informamos que a UOL Blog estava realizando manutenção no sistema pela manhã. Fato que me impediu postar. Mas já voltamos à programação normal.



 Escrito por Dígito às 13h18 [ ] [ envie esta mensagem ]



tecno.propaganda

Quem disse que a tecnologia tornaria nossas vidas mais simples e dinâmicas?! Que teríamos mais tempo para amenidades e divertimento?! Que seríamos felizes?!

Trabalhamos para comprar as últimas maravilhas tecnológicas. Os manuais ininteligíveis apenas confirmam nossa ignorância. Sabemos apenas apertar um ou dois botões. On/Off. E trabalhamos mais ainda para mantê-los, pagando a conta de energia. Quem é senhor de quem?!  

Quero saber quem foi que disse essas mentiras. E processá-lo por propaganda enganosa, danos morais e materiais. Quem souber contate meu advogado. 



 Escrito por Dígito às 08h33 [ ] [ envie esta mensagem ]



abril(chuva);

As águas de março já foram cantadas e choradas. Estamos em abril, mas a chuva não passa nem faz as malas. E é melhor eu "tirar o cavalinho da chuva", senão pega um resfriado. O frango está gripado e vaca foi pro hospício. E o meu feriadão está indo pro brejo. E a enxurrada vai levando os meus planos bronzeados...

Pô, São Pedro, dá um tempo.  



 Escrito por Dígito às 13h05 [ ] [ envie esta mensagem ]



manhã(sonolenta);

Os olhos ainda dormentes. Os neurônios ainda desligados. Mas já é segunda-feira. E eu aqui, ainda sozinho no escritório. Acordando as máquinas, uma a uma.

É, a segundona será um longo bocejar. E o cafezinho ainda não chegou.



 Escrito por Dígito às 07h22 [ ] [ envie esta mensagem ]